top of page

miomas e a infertilidade

Cerca de 5 a 10% das pacientes com infertilidade têm miomas e dessas, apenas 1 a 3% têm o mioma como causa única. 

Os miomas podem dificultar a chance de engravidar pois causam distorção da anatomia do útero, alterando a cavidade e comprometendo a implantação do embrião. Isso ocorre principalmente com os miomas submucosos (dentro da cavidade do útero) ou naqueles de grande volume, que deslocam os ovários e as tubas dificultando a captura dos óvulos.

Pode ocorrer também uma alteração na contratilidade do útero, dificultando a progressão do espermatozóide e uma alteração no fluxo de sangue, com menor aporte de oxigênio, nutrientes e agentes anti oxidantes para o endométrio, dificultando a nidação e a formação da placenta.

Nem todos os miomas têm indicação cirúrgica e nem todos prejudicam a fertilidade. Cada caso deve ser avaliado individualmente.

Quando indicado a cirurgia, optamos pela miomectomia, que consiste na retirada dos miomas e preservação do útero, que pode ser realizada por corte de cesárea convencional, laparoscopia (pequenos cortes na barriga) ou histeroscopia.

bottom of page